Janeiro de 2018

Faça, em 2018, da Sabedoria seu espírito amigo

Renovar é preciso! Deixamos pra trás, na bagagem de nossa existência, o ano de 2017! Dele trouxemos a alegria, a fé, a caridade, a esperança e fomos convocados a “Anunciar o evangelho e doar a própria vida” (1Ts 2,8).

Estamos diante de mais um ano, um novo ano, um ano novo… e que desponta fazendo transbordar nossos corações de entusiasmo, contagiados pela perspectiva que nos é oferecida pelo livro da Sabedoria, fonte de inspiração para o mês da Bíblia deste ano, que tem como tema: “Para que n’Ele nossos povos tenham vida” e como lema: “ A Sabedoria é um espírito amigo do ser humano” (Sb 1,7).

Nossa reflexão se deixará conduzir pela Sabedoria, revelação divina. Muito mais do que a sabedoria que nos é oferecida pelo sábio, pela capacidade em discernir entre o bem do mal, vamos buscar contemplar a Sabedoria como fonte da Palavra que se manifesta na criação e revela o divino no cotidiano.

Este ano nos oferece uma oportunidade ímpar de vivermos com intensidade esta Sabedoria, enquanto revelação divina, a partir de dois grandes eventos: o ano do laicato e o sínodo da juventude. Perceber a sintonia que possa existir entre a sabedoria e o jovem, ou entre o leigo, a leiga e a sabedoria, pode se revelar como uma experiência extraordinária, em nossa busca pela Sabedoria se revelando em nossa existência.

O Sínodo da Juventude, que deverá ocorrer no Vaticano durante o mês de outubro de 2018 terá como tema: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, dando continuidade a dois grandes momentos sinodais ocorridos em 2014 e 2015 que debateram os temas da família e do matrimônio, e que teve como consequência concreta a exortação apostólica pós-sinodal do Papa Francisco ‘Amoris Laetitia’ – a Alegria do Amor.

Sua finalidade será a de analisar e refletir sobre os jovens em sua trajetória rumo ao seu amadurecimento, para que, através de um processo de discernimento, “possam descobrir o seu projeto de vida e realizá-lo com alegria, abrindo-se ao encontro com Deus e com os homens, participando ativamente da edificação da Igreja e da sociedade” – como bem diz o comunicado da Santa Sé de 6 de outubro de 2017.

Por outro lado, a Igreja está celebrando o “Ano do Laicato”, que acontece no período de 26 de novembro de 2017 a 25 de novembro de 2018, tendo como tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5,13-14).

Como bem nos chama a atenção o Papa Francisco : “em virtude do Batismo recebido, os fiéis leigos são protagonistas na obra de evangelização e promoção humana”. “Incorporado à Igreja, cada membro do Povo de Deus é inseparavelmente discípulo e missionário. É preciso sempre reiniciar dessa raiz comum a todos nós, filhos da Mãe Igreja”.

Com o olhar posto no Livro da Sabedoria e nos acontecimentos no decorrer deste ano, possamos nos dispor a viver a Sabedoria intensamente como revelação divina em nossas vidas. Isto porque “o cristão é chamado a comprometer-se concretamente nas realidades terrenas, iluminando-as com a luz que vem de Deus” (Papa Francisco em 13/12/2017, TWITTER @PONTIFEX_PT). E o que é a essa luz senão Sua Sabedoria?