PRESENÇA PARTICIPATIVA DO LEIGO NA IGREJA

Carlos Alberto Souza concede entrevista coletiva aos alunos do curso de Comunicação do SEPAC – Paulinas

Por Pedro José Damázio

Carlos Roberto Costa Souza é casado e pai de quatro filhos, natural de Manaus – AM, onde trabalha como coordenador da Pastoral da Comunicação (Pascom) na Arquidiocese, concede no auditório da Congregação das Irmãos Paulinas, uma entrevista coletiva aos colegas do curso de especialização “Comunicação, Teologia e Cultura”.

Como introdução à sua entrevista, Souza ressalta a importância daquele momento, pois para ele trata-se de algo inédito em sua vida. Também evidencia a importância de compartilhar passos de sua vida com pessoas que tem histórias tão diversificadas e ricas. “Cada um de nós compartilha um pouco de si naquilo que fala, espero satisfazer as expectativas de vocês aqui hoje.”

Em seguida, Souza fala sobre sua família, da vocação de ser pai, como tudo começou a partir de um “acidente”, uma gravidez inesperada o levou a se casar com sua esposa, sem ter feito um planejamento para tal decisão.

Na juventude, participa do grupo de jovens na paróquia Salesiana em Manaus. A igreja promovia muitas atividades para os meninos desta faixa etária e Souza aproveitava a oportunidade para mostrar seu dinamismo, qualidades e dons. Por isso, é convidado a participar do Grupo Animador do Oratório (GAO) que tem, entre outras atividades, um retiro de discernimento vocacional. Pensa em ingressar no seminário, mas sua mãe não gosta da ideia e o demove desta intenção.

Alguém em seu caminho – Em um encontro de discernimento vocacional faz amizade com uma participante. Esta convivência evolui para namoro, noivado e gravidez. Souza quer ir tocando a vida assim, mas o pai da noiva exige casamento, assim sendo, ele assume seu papel, mas por estar desempregado, depende do carinho dos amigos e da comunidade para ter um terno e uma festa de casamento. Hoje, tem quatro filhos e a mais velha está prestes a se casar.

Surgindo um novo líder – Da convivência na igreja e na comunidade surge o interesse pela Comunicação, torna-se coordenador a Pascom na paróquia. Procura as Irmãs Paulinas para orientação e formação. A Canção Nova o convida a participar de um curso técnico de Comunicação, mas na hora de pegar o diploma, verifica que não havia quitado as mensalidades e, assim, não pode se formar. Continua como cooperador paulino com o carisma para a Comunicação, como responsável, inclusive, por um programa de rádio na FM Rio Mar de Manaus, das 7 às 9 horas da manhã. A Arquidiocese observa sua dedicação e oferece a oportunidade de participar do curso de especialização em “Comunicação, Teologia e Cultura”. (confira o trecho da entrevista)

O polêmico Sínodo da Amazônia – Souza também se manifesta a respeito da importância do Sínodo da Amazônia para toda aquela sua região. Comenta que muitas questões foram levantadas e a ponto do tema se tornar de interesse mundial. Ele diz que as dificuldades pastorais são muitas naquele pedaço de Brasil e que, para se chegar a muitas comunidades, podem-se levar dias de barco,por isso a visita acontece uma vez por ano e pode durar por alguns dias, o padre realiza todos os sacramentos e passa todas as orientações pastorais nessa ocasião.

“Todos estamos ansiosos pelo Documento de Conclusão do Sínodo, esperamos que o a conclusão possa trazer pistas, alternativas e soluções efetivas para as demandas de nosso povo que ficou super feliz por ser lembrado pela igreja e ter este olhar direcionado especificamente para aquela realidade, muitas vezes esquecida”, finaliza Souza.

Como os leigos veem os padres – No encerramento da entrevista, Souza se refere à importância que os leigos conferem à figura do sacerdote na comunidade. “É uma referência. Esperamos deles o que esperamos de Jesus. Que seja aquele que atende, que puxa a orelha, corrige, educa, mas acima de tudo que seja um bom acolhedor, que tenha carinho com seu povo. Ou atrai e cativa ou repele. Muitos vão embora da igreja porque são tratados mal. Padres são sinal da proximidade de Deus para nós. Isto significa muito.”

 

Dados do Jornal Síntese

Título: Síntese

Boletim informativo do Laboratório de Jornal do SEPAC – Ano XX – n° 73 – Janeiro de 2020

Curso de Especialização Comunicação, Teologia e Cultura: teórico-prático – Versão Online

 

Expediente

 

SÍNTESE – Boletim informativo do laboratório de Jornal do Curso de Especialização Comunicação, Teologia e Cultura: teórico-prático – Versão Online.

Rua Dona Inácia Uchoa, 62 – Vila Mariana – CEP 04010-020 – São Paulo, SP –Tel: (11) 2125-3540 – www.paulinascursos.com/sepac 

Diretora: Dra. Helena Corazza, fsp

Orientadora Pedagógica: Dra. Joana T. Puntel

Jornalista Responsável: Silvia Torreglossa (MTb 28.167/SP)

Social Media: Gizele Barboza, fsp

 

Produção:

Carlos Alberto Souza

Celso Tomba

Gleyssica Ferreira

Pe. Carlos Caridade

Pe. Francisco Amaral

Pe. Gabriel Guarnieri sx

Pe. Pedro José Damázio

Roberto Pereira Silva

Taiane Oliveira